29 de out de 2013

Conto: Delain

Conto escrito por mim baseado na música Silhouette of a dancer
Éramos amigos,muito amigos. Sentia que gostava dele,e talvez ele sentisse o mesmo por mim,mas vivíamos vidas tão ocupadas e corridas que não passava pela minha cabeça em tentar algo. Inútil. No dia dos namorados ele me chamou para jantar num restaurante mexicano. Nervos a flor da pele,sua blusa social azul me parecia tão atrativa para desabotoar-la... Seus lábios carnudos revelavam uma fome insaciável, parecia realmente um descendente de italianos,mistura quente da beleza e do conforto que sua voz me trazia. Me sentia uma criança na sua frente,sem nenhuma arma contra a sexualidade a flor da pele. Via-o como um homem completo. Seis defeitos me incomodavam mas eu não os reparava,éramos totalmente diferentes. Nos suávamos e era uma resposta visível que meu corpo clamava pelo dele. Riamos e conversávamos naturalmente,embora eu me sentisse quase que um animal no cio. Quando saímos dalí ,colocou suas mãos enormes na minha cintura e foi descendo,me contorci e ele se aproximou mais de mim. Segurei-o pelo pescoço e ele me agarrou. Me senti no céu,era o que desejavamos há tempos ! Entrei no carro e ele dirigiu até sua casa. Levava na brincadeira quando sua mãe me chamava de nora,mas me sentia em casa. A sala estava apagada e sentia seu perfume em todo o canto. Senti aqueles lábios sombrios no meu pescoço e era evidente que teríamos uma longa noite de gemidos. "Você sabe me conduzir,sabe o que eu quero,te desejo mais que tudo",sussurrou. Tudo começou a fazer sentido para mim. Deixei rolar,me apoderei de seu corpo,meu templo. Não conseguíamos parar,era um sonho virando realidade. Enfim eramos uma so carne.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente !