1 de jul de 2013

A problemática das redações que valem nota

Olá seres desconhecidos!
Nesse post vou tratar de um assunto que me incomoda por demaaaais, que são as redações que valem nota, tipo competições/escola/faculdade. Porque me incomoda? Porque eles não abrem espaço para haver um real "abrir" do poeta que guardamos em nós mesmos.Há vezes que é necessário ser menos poético, mas e quando queremos expor nossos sentimentos sobre algo e a proposta não demanda isso? Estou passando por isso exatamente AGORA e preciso fazer um texto sobre o filme da Frida Kahlo. Foi bastante tocante para mim, quero me expressar,preciso me expressar e por para fora toda essa angústia que me cercou quando vi o movie...SIMPLES ASSIM, mas a professora quer que nós façamos uma crítica a respeito da vida dela, e não uma redação sobre o filme. Se fosse essa segunda alternativa, tenho mais do que certeza que seria permitido.Mas como vale nota, é preferível não arriscar.Não quero ficar em recuperação,isso não está previsto.
Mas enfim, acho que nessas situações, o melhor a fazer é se render ao que se pede,nos contorcer e não fazer a nossa vontade mais uma vez,pelo bem maior da nota,né?
Principalmente um vestibular da vida, que (deveria) corta teus pontos até se uma lágrima de desespero cair na folha e manchar de caneta.Mas pra tudo dá-se um jeito,nem que seja uma alfinetadinha só,apenas pra matar a vontade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente !