25 de mai de 2013

Anjo disfarçado

  O sonho da maioria das crianças sempre foi ter um animalzinho para chamar de seu. E quem não se derrete todo ao ver um filhotinho correndo com seus irmãozinhos? E quem não adora chegar em casa e ser bem recebido?
  É ótimo; poucos discordam. E quem ama esses pequenos (ou grandões) "filhos" de quatro patas defende com unhas e dentes. Qualquer um ama ter algum ser (seja humano, seja animal) que possa passar o tempo conversando ( mesmo que não responda), acariciando e cuidando. Há alguns que trocam a saída com a namorada para ficar em casa cuidando do bichano. Terminam o relacionamento até, se o cônjuge não gostar de animais!
  Seja cachorro, seja cobra, é sempre bom para a auto estima ter algum "serzinho" que nos dê toda a atenção. Até quando eles aprontam é difícil de negar-los esse amor. Os animais foram feitos para nós e nós, para eles. Se alguém está triste, meio depressivo o melhor presente, o antídoto mais eficaz é a docura de um bichinho. Há hospitais que aderem a essa terapia com cães e cavalos.
  O jeito é se render à esses "bichinhos de pelúcia com vida", amá-los e respeitá-los como se fossem humanos,bebês. Por quê merecem muita admiração por aguentar-nos todos os dias, reclamando e sendo típicos humanos (achando que somos superiores a todos os animais). E viva aos anjos disfarçados !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente !