16 de nov de 2015

Quando o estrondo tira o seu foco



Eu estava em grandes grupos. Muitas pessoas se expressando, muitas pessoas concordando, discordando. O ritmo natural das coisas. Mas havia um problema.

Ninguém discutia o real motivo para que o grupo era feito. Julgavam os outros grupos, reclamavam de pessoas famosas. Mas o principal não estava progredindo. Será que certas pessoas querem mesmo que o mundo mude sem dar um passo adiante e enfrentar a linha de frente? Que na hora de discutir o que deve ou não ser feito para que tenham uma boa convivência elas preferem falar de música ou quantas pessoas ela já encostou os malditos dentes?

Tudo tem uma hora do ápice, quando você precisa tirar um tempo para pensar no que realmente aquilo está te levando. Aprendi alguma coisa lá? Talvez. Desaprendi alguma coisa lá? Sim.

Mas sai com mais convicção do que realmente acredito do que quando entrei, e isso é ótimo. Mas os sábios saem das confusões antes que a bomba exploda. Meu dia era mais pensar na merda que um ou outro indivíduo estava falando do que realmente algo que me transformaria em algo bom e me faria progredir em alguma das faculdades humanas do saber.

Talvez eu não consiga encontrar uma panelinha em que eu me encaixe perfeitamente ou algum lugar que eu me sinta compreendida e ajudada no amplo sentido da palavra. Mais importante do que ser aplaudido quando se está certo é ser corrigido quando está errado. E se isso não está acontecendo, é hora de dizer adeus e o passarinho aprender a caçar seu próprio alimento.

Outra coisa que me incomoda profundamente e ainda não entendi a razão é como as pessoas fazem de pessoas famosas/celebridades seu alvo. Até sites especializados em humilhar os outros. Quantos erros são expostos como se eles fossem obrigados a fazer tudo perfeito e superar expectativas. Não me admira que geralmente fazem tratamentos psicológicos ou se rendem às drogas.

Isso é o peso da sociedade que nós participamos e nós temos culpa. Caso a pessoa tenha a plena certeza de que ela também é uma pessoa, ela sabe que comete erros e gafes e que é um ser que com o tempo progride no saber. Então por que causa motivo razão ou circunstância ela aponta o dedo para a outra, se fazendo de modelo a ser seguido? Como se não fosse passível de erro etc e tal? Qual o problema do ser humano em lidar com os erros alheios como se fossem estrondosas guerras e para seus próprios como se fossem discussões de casal diárias sobre quem comprará o pão?

Ninguém é modelo a ser seguido, cada um tem sua rota a ser feita, tanto que quando você sai dela, se sente mal e pensa em voltar do zero e começar de novo.

Mentalmente estou cansada. Socialmente estou virando a cara para todos que tenham aparência de ser humanos.

14 comentários:

  1. Viver em sociedade não é fácil, mas necessário. Ninguém nunca terá os mesmos gostos que você, por isso, hoje em dia é tão importante o respeito ao próximo não é mesmo?! Deve-se respeitar até os erros, para que assim, haja esperança de um concerto. Beijos, amei seu texto.

    tresazero.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Incrível! Olha, eu acredito que se cada um fizer a coisa certa, de pouquinho em pouquinho podemos mudar essa sociedade. Cada um fazendo a sua parte, sabe? Por isso que quando dá pra eu fazer algo pra mudar, eu faço, com ou sem ajuda. Gostei do post!

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nada melhor do que seguir o que você acredita, você ouve os outros e acaba tomando decisões erradas, e as vezes ficamos cansados disso tudo.

    Beijos
    Come on Cintia/

    ResponderExcluir
  4. I really like how you write and what you write. Keep going
    I love your blog
    Visit mine if you want
    many kisses
    www.welovefur.com

    ResponderExcluir
  5. Nossa gostei muito do seu texto! Principalmente na parte dos famosos. Tipo, eles não podem fazer nada, cometer erros e as pessoas já começam a julgar e tal, por isso que muito deles se rendem as drogas mesmo.
    Beijão!

    estilodesobrababy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Foda esse tipo de situação em que a gente não se encaixa em nenhum grupo e acaba tendo que sair. Já passei por isso, não é nada legal. Mas um dia tudo vai ficar bem!
    Gostei muito dessa frase "Mais importante do que ser aplaudido quando se está certo é ser corrigido quando está errado."
    Beijos.

    http://www.claramenteinsana.com/

    ResponderExcluir
  7. Lindo texto, adorei! Você escreve super bem!
    Beijos!

    http://vacasmagras.com/

    ResponderExcluir
  8. ''Mentalmente estou cansada. Socialmente estou virando a cara para todos que tenham aparência de ser humanos''. Me vi e me li aí.

    guitarrebel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. ''Mentalmente estou cansada. Socialmente estou virando a cara para todos que tenham aparência de ser humanos''. Me vi e me li aí.

    guitarrebel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Texto maravilhoso, bom final de semana.
    Novo Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=06avCiMDYGA
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu adorei ler este post! Muito bem escrito e concordo muito contigo!
    Beijinhos,

    http://chocopink89.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  12. Nunca fui chegada em panelinhas sabe? Sempre procurei ter amizade e convivência pacífica com as pessoas.
    Big Beijos
    Lulu
    http://www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  13. Muito boa sua reflexão, e sei como é não se encaixar nas panelinhas dos outros, sou assim também. Já tive meu grupo de amiguinhas na escola, no fundamental, mas depois nunca mais fiz parte de algum grupo de amigos, eu saía aleatoriamente com amigos, mas nunca me senti parte de algum grupo em específico, e hoje em dia, falando em grupos do whats ou face, também não consigo interagir, ainda não achei algo que realmente me prenda...
    Passei pra te agradecer e retribuir a visita no blog <3
    Sempre retribuo as visitinhas <3
    Apenas um Hobbie | Post Novo: Cocomelody Dresses

    ResponderExcluir

Comente !