26 de ago de 2015

Lidando com a rejeição

Sentimento que todos fogem e ninguém quer experimentar é a rejeição. Seria como a dor da alma. A mais profunda. Meu sonho quando era adolescente era casar com meu primeiro namorado, e ter ele para sempre ao meu lado. Bem, as coisas não funcionaram assim.
Um medo que ainda tenho até hoje mas espero que seja um daqueles medos passageiros, como o medo do escuro ou medo do bicho papao. Bicho papão são os seres humanos e lido com eles todos os dias. Espero que algum dia num futuro próximo consiga saber lidar com a rejeição. O plano B seria não ser rejeitada, mas isso não depende de mim. Não posso me blindar contra sentimentos alheios, mas posso evitar que eles me afetem drásticamente. Talvez eles me afetem, mas espero que não muito e que isso produza algo de útil, pois até fezes viram adubo.
Vejo gente cheia de amigos, que esbanja sorrisos e nunca viu o fantasma do não.
Vejo gente chorando, que sempre anda cambaleando, procurando chão.
Qual a diferença? Sempre quis saber. Mas algo lá no fundo me propicia momentos delicados e gostosamente gelados. Vejo gênios, gente que muda décadas. Sempre são rejeitados, sofrem ataques de um magnetismo diabólico e profundamente angustiante que vocês chamam de rejeição.
Você cria A, as pessoas focam em B e é criticado por C. E A, onde ficou? Perdido na sua mente, tentando uma forma de pular para o abismo de ideias que passam na mente de outro ser humano. Pelo menos alguém que te entenda. E quando pelo menos um o fizer, vai valer mais a pena do que os outros 500 que te fizeram entender o que é rejeição.

14 comentários:

  1. É bastante complicado, as vezes tenho esse medo, a gente acaba fazendo certas coisas para não ser rejeitada, ou pela familia, amigos e mesmo a sociedade, é díficil, mais já estou acostumada a ouvir o não.

    ResponderExcluir
  2. Adorei "bicho papão são seres humanos e eu lido com eles todos os dias", concordo. Pois é, infelizmente é difícil evitar a rejeição, sempre vai haver. As vezes eu fico aqui imaginando, se a gente pudesse monitorar e controlar nosso coração e cabeça, seria maravilhoso né? Não ficariamos triste, porque aí era só desligar as emoções e apagar as lembranças desse estilo aí que não nos ajudam em nada. Alias, até ajudam, faz a gente crescer pra não cair de novo. Adorei o texto! Você escreve muito bem.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  3. "Bicho papão são os seres humanos e lido com eles todos os dias."
    Mano, manoooo, que texto bom de se ler. Você escreve muito bem.
    Adorei mesmo, me fez refletir um pouco.
    Beijos.

    http://creepybeauty.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olha, eu tinha muito medo de rejeição e não lidava bem com ela de jeito nenhum. Daí descobri que isso tinha origem na minha infância (geralmente, problemas com rejeição e abandono vem de lá...). Quando percebi que o meu medo vinha de fatos do meu passado, comecei a racionalizar sobre o assunto e agora, honestamente, aprendi a "ligar o foda-se". É bom refletir sobre essas coisas, pensar sobre elas, procurar os motivos, porque assim você começa a saber como "curar" a sua própria cabeça :). Pra mim tem funcionado...

    Um beijo <3

    A Carta Violeta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes funciona sim, mas só com o medo. A rejeição em si não creio que possa ser evitada.

      Excluir
  5. eu acho que todos tem medo da rejeição, mesmo que seja impossível de evita-la nos sempre tentamos fugir dela.

    Com carinho, Hina | Aishiteru em Contos |

    ResponderExcluir
  6. Eu também queria entender isso. Uns tem muita sorte e outros muito azar. Impressionante isso. E cara eu também tinha esse mesmo sonho oh. Só que não deu certo e nossa como fui rejeitada. Mas né faz parte e somos capazes de superar tudo.

    Inquietudes Secretas

    ResponderExcluir
  7. Foi um texto muito bom e me fez pensar, realmente é verdade acho que a dor da rejeição são uma das piores que existe, e as vezes isso acontece para vir coisas melhores nas nossas vidas e encontrar pessoas melhores, muito bom o seu blog beijos. http://carolinapaivaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comente !