5 de jul de 2017

Instável, eu?

Vejo muita gente reclamar que é muito instável emocionalmente. Reclamam bastante sobre isso.

Eu sou uma das pessoas que é extremamente instável, mas eu comecei a me habituar com isso. Não simplesmente por que isso é algo imutável, mas por eu perceber que era algo que objetivamente só incomodava os outros, não a mim mesma.

Estabilidade emocional não existe. Você nunca vai ser feliz o tempo inteiro. Porém vai aprender a se abalar menos. Com o tempo você vai começar a dar mais valor a alguns sentimentos do que outros, mas não vai deixar de sentir. Vai parar de se estressar com coisas que não pode resolver, e vai compreender mais.

As pessoas tem buscado cada vez mais ser robóticas. Criaram um medo tão grande em sofrer que preferem não sentir nada. Aquelas vidas de comercial de tv que você mal sente dor e mal sente felicidade. Dor sem felicidade não existe. Bem sem mal não existe. Muito sem pouco não existe. Por vezes a dor é tremenda, parece infindável, mas acredite: a dor é um grande mestre. Aquela frase de vó "quando perder vai dar valor". E só vai dar valor porquê dói.

Na minha cabeça (claro que daqui a um tempo isso pode mudar, e eu tenho todo o direito de mudar de opinião) estabilidade emocional não existe. É quase sinônimo de falsa empatia. Não me imagino com o mesmo sentimento quando um parente morre e quando recebo uma promoção de emprego. Não consigo comparar emoções e situações tão diferentes. Eu decidi simplesmente deixar que meu corpo sentisse, experimentasse.

Já a mente é um tanto traiçoeira. Ela me joga milhares de possibilidades, mas eu escolho quais eu darei atenção. Já ouviu falar em auto boicote? Você, sem perceber, por manter ideias que são lugares comuns, crenças limitantes, nunca consegue avançar proeminente pois sua mente faz você involuntariamente voltar ao que você acredita internamente.

Uma vez ouvi que a gente não podia ser bom em tudo e dei valor a essa fala. Justamente por que não temos essa capacidade, devemos focar no que queremos ser melhores. Múltiplo foco não é foco. Todos esses virtuosos dedicaram sua vida para serem bons somente naquilo. Ajustaram toda a sua vida para que pudessem se dedicar ao máximo em apenas uma coisa. Nem sempre seremos os melhores, mas marcaremos época se colocarmos nossa genuína identidade naquilo.

Além de instável sou imprevisível. É difícil saber se eu mesma vou gostar das coisas. Tão mais gostoso as coisas baseadas em surpresas, inesperadas. Em dias cinzas eu gostaria de botar uma bela máscara de "olha como sou inabalável, nada me afeta e nada me quebra", mas eu não conseguiria.

Você precisa da estabilidade emocional para lidar com as outras pessoas, para tomar decisões. Para fora. Mas se permita ficar triste, se permita rir, se permita chorar. Não precisa tomar decisões chorando ou gritando. Nem se impedir de sentir isso no profundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente !