26 de dez de 2015

Inseguranças

Lembro de uma vez, uma daquelas ex amigas que acho que todo mundo acaba por ter disse numa rodinha que eu me achava demais.

Que grata surpresa, quem dera ela soubesse que eu era extremamente insegura.

Com o passar dos anos sofrendo tanto bullying eu não posso dizer que sou a mesma, perdi muito de quem eu era e ainda devia ser. Isso me entristece de uma maneira absurda.

As pessoas só enxergam o que querem, infelizmente. Duvido que ela lembre de alguma vez que eu a ajudei ou que me importei com ela, me acho demais e nem fui amiga dela, não é mesmo?

Com o passar do tempo, a pessoa que sofre bullying, ou ridiculamente chamado de zueira (já que tudo hoje em dia é minimizado a zueira ou brincadeira e quem sofre com isso é obrigado a levar na brincadeira ou saber lidar) esfria, incrivelmente crítico e pessimista. Eu não sei lidar, quando nasci o médico não me disse que eu era menos que as outras crianças e que eu deveria ser forte pois minha presença incomodava.

É duro ver que quando chego num lugar os olhares viram holofotes e o mundo em volta começa a girar.

Perdi muito da minha doçura pois tive que aprender a me defender, o açúcar virou pimenta e muitas pessoas que tinham pena de mim se afastaram pois é difícil se relacionar com alguém frio e que minimiza tudo o que sente. É difícil olhar no espelho e pensar que tudo aquilo que ouvi sobre meu cabelo ou meu peso é uma brincadeira, mas eu não estou rindo, estou?

6 comentários:

  1. Já passei por isso.. esse texto me descreveu, que chega até ser chato a falar disso :s
    beijos.
    Julieta sem Romeu

    Se inscreva no meu canal no Youtube!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu também sofri bullying, é algo muito dificil, so quem sabe é quem passa.
    Eu sofri pelo meu cabelo também, só não tem graça pra gente mesmo.
    blogueirasara.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nossa nunca sofri bullyng pesado tipo só zuação mesmo com a galera mais que no fundo nos deija magoadinha sabe. Adorei seu texto.
    Beijão!

    Estilo de sobra baby!

    ResponderExcluir
  4. Ao longo dos anos e quando vamos vendo a realidade nos deixamos duros, e vamos deixando quem eramos nós, ou mudamos quem somos e quem eramos. Nunca somos os mesmos, e que sejamos fortes pq o mundo não está nem aí.
    Linda, se fortaleça naquilo que te deixa mais forte: no que crê, no que é, no que sente, e em especial em quão bem escreve!

    Adoro tua escrita!

    Beeijos
    www.kerlsfreire.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Não vou dizer que já sofri, por que isso seria uma mentira, eu ainda sofro diariamente com isso. Perdi a doçura muito cedo e te entendo perfeitamente <3 Sinta-se abraçada, querida!

    ResponderExcluir
  6. não sei porque mais esse texto parecia que eu estava a ler sobre mim, eu sou uma pessoa muito insegura e pessimista, eu descubrir des de muito pequena que eu estou sozinha neste mundo.

    Com carinho, Hina | Aishiteru em Contos |

    ResponderExcluir

Comente !